quinta-feira, 15 de Novembro de 2012

A escola, a tecnologia e a informação aos encarregados de educação

 

A escola de hoje é um espaço físico a nível de infraestruturas tecnologicamente evoluído. A escola no seu todo, não a considero evoluída, e não a considero porque grande parte dela não usa as infra-estruturas tecnológicas que lhes estão ao seu dispor.

Uma das áreas onde existe uma distância muito grande entre o que a escola pode fazer e o que a escola na realidade faz é usar as tecnologias em prol de uma rápida informação aos encarregados de educação sobre os seus educandos.

Porque razão não se informa os pais na hora quando o filho está a faltar?

Porque razão os pais não podem aceder a uma plataforma onde verificam informações como data dos testes, notas dos testes, mau comportamento, empenho, interesse, participação, trabalho de casa… Porque razão??

Legalmente, isto não é possível de fazer? Porque tecnologicamente é muito simples.

Podemos argumentar que muitos pais apresentam uma literacia digital muito baixa, mas outros não, outros sabem perfeitamente usar serviços web, como o mail, o facebook; e outros, para os quais os pcs já fazem parte do seu quotidiano, por isso, também saberiam certamente utilizar estas plataformas só de consulta, ou mesmo permitir que o professor ou o director de turma interagisse mais com o encarregado de educação.

Se esta informação chagasse diariamente aos encarregados de educação, quantos problemas ficariam resolvidos no próprio dia. E quantos encarregados de educação não utilizariam este serviço, quantos?

Um senão muito grande, com a austeridade e com a visão de Nuno Crato sobre as TIC, o mais provável é que daqui a pouco, muito pouco, estas infra-estruturas comecem a ficar degradas/avariadas/obsoletas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...